#Vida: PARE DE SE PREOCUPAR COM O QUE OS OUTROS PENSAM  || Podemos controlar as nossas atitudes, mas não podemos controlar de modo algum a forma como os outros reagem a elas. Ter noção disto é uma coisa, mas deixar que isto nos afecte é outra muito diferente.

Primeiro de tudo, nunca se esqueça:
“Como as pessoas o tratam, é o Karma deles; Como você reage é o seu.”

E em segundo lugar: PARE. Pare agora mesmo de se preocupar com o que os outros pensam de si, falam de si, e até possivelmente, inventam sobre si. Vamos repetir: PARE AGORA MESMO.

Acreditamos que todos crescemos (enquanto crianças) numa sociedade que nos transmitia esse tipo de preocupação. Frases como “O que vão os vizinhos pensar?”, ou “O que vai a nossa família pensar sobre isso?”, ou até mesmo “As pessoas vão achar que… Vão todas falar que… Não faça isso!” ou ainda a famosa frase “Vai mesmo vestir isso? Vai parecer uma…”!!!

Tretas! Apenas tretas. Nós somos “fabricados” desde crianças a seguir “regras” parvas que a sociedade impõe naturalmente. E ninguém percebe isso, até cresceremos e na fase adulta termos a nossa própria visão.
E aí existem dois caminhos para seguir: ou vai deixar de se preocupar realmente com a opinião dos outros, e passar isso também para os seus filhos (se os tiver). Ou vai continuar a viver uma vida “sem total liberdade” porque os seus medos não lhe permitem… e claro, vai passar exatamente a mesma informação para os seus filhos. Então se optou pelo segundo caminho, dizemos desde já ‘Adeus’, porque este artigo não é para si. Adeuzinho, e esperamos que possa ser um pouco feliz enquanto vive na sombra!

stop-worrying-about-what-other-people-think

MAIS: SOBRE CIGARRO E MORALIDADES

Ah! Ainda está por aqui. Ótimo! Significa que, ou está realmente interessado numa mudança de mentalidade, ou felizmente quer reforçar ainda mais a sua.

Deve mentalizar-se de uma vez por todas que a vida é só uma. Sim meus caros, estamos por aqui uma única vez e isto não é brincadeira alguma! Desperdiçar a sua vida e a própria felicidade em torno de medos (do que os outros pensam sobre) é totalmente errado. É um crime que comete contra si mesmo!

Todos nós – uns mais do que outros – temos pessoas que não gostam de nós sem motivo algum, e alguns até nos odeiam. Nós próprios, possivelmente, também fazemos isso com outras pessoas, mas isso é um exercício mental que temos de aprender a dominar. Mas fica para outro dia! Agora vamos nos concentrar em…

Quantas vezes evitamos determinais lugares, porque achamos ou sabemos que, determinada pessoa que nos odeia vai estar lá também? Quantas vezes perdemos oportunidades porque não queremos nos cruzar ou respirar o mesmo ar que essa pessoa? Está na hora de mudar isso! Siga em frente, esqueça que essa pessoa existe e faça o que tem de ser feito. Não perca oportunidades, não deixe de desfrutar de momentos, não tome atitudes baseadas em medos para mais tarde se arrepender.

Está numa relação sufocante, na qual a felicidade é uma palavra que não existe na teoria e na prática? Salte fora! Pertence a uma família de padrões antiquados? Tem receio do que possam pensar? De que não aceitem uma separação, um divórcio? A vida é sua, e é a sua felicidade que está em jogo, não a da sua família! Não precisa nunca (jamais) da aprovação de alguém para as suas escolhas.

Investe muito tempo, tentando agradar os outros? É completamente errado. As pessoas têm de gostar de si, exatamente como é. Não é de modo algum saudável perder (sim, perder!) o seu tempo a preocupar-se com o que os outros pensam. Seja gentil sempre, mas faça disso uma forma de estar na vida. Não com o pensamento “agradar os outros”. Seja agradável para si mesmo e será agradável aos olhos de todos naturalmente. Sem esforços. Sem preocupações.

Infelizmente ainda vivemos numa sociedade onde as pessoas julgam mesmo sem conhecer. As pessoas possuem ódio uns pelos outros. Vai haver sempre alguém que o vai criticar até quando faz tudo bem. Então esqueça. Simplesmente esqueça e apenas se concentre em si mesmo, e faça o que lhe faz feliz. Isso é o que realmente importa!

Ao longo da vida, pessoas entram e saem. Muitas vezes, desaparecem sem qualquer razão aparente. E você se questiona todos os dias “Porquê?! O que eu fiz de errado?!”… Não fez nada! Acredite que não fez nada. Talvez as pessoas apenas apareçam na sua vida para que possa obter mais uma lição. Não importa o que possam falar de si. Não importa se decidem espalhar veneno pelo mundo para queimar a sua imagem. Não se preocupe com isso, e lembre-se: o Karma está sempre atento. Então deixe o karma se encarregar dessas pessoas, e siga a sua vida.

Quer vestir algo mais ousado mas tem receio do que a sua mãe, vizinhos, ou desconhecidos vão pensar de si? Oh esqueça isso! A forma como se veste diz muito de si, é verdade… transmite a sua personalidade, o seu estado de espirito, a sua coragem. Mas não é uma mini saia com botas acima da coxa e meias de rede que vão fazer de si uma puta! Então vista o que quer, como quer, e seja feliz! Seja confiante, seja sempre você própria.

MAIS: HOMENS, VOCÊS NÃO COMEM MULHERES

Não quer ser mãe? Não seja e fim de história. A vida é sua. O corpo é seu. A escolha é também totalmente sua. As mulheres não têm de ser mães, porque a sociedade o “diz”. Não!

O que os outros pensam? Não contribui para a sua qualidade de vida. E essa qualidade começa no seu interior.

No seu estado de espirito.

No seu “Eu, eu e eu!”.


Imagem de capa: ‘Kate Moss para Playboy’

Founder, CEO & Editor-in-chief